Nesta casa, existem cerca de 95 mil livros e 65 mil revistas. A biblioteca da Brotéria tem vindo a crescer ao longo dos últimos noventa anos com base nas áreas de interesse e saber de cada jesuíta que vive e trabalha nesta comunidade. Especializa-se sobretudo nas áreas da História, da Literatura, da Política, da Filosofia e da Teologia.

017

 

Nos primeiros anos, o acesso à biblioteca estava reservado aos membros da comunidade jesuíta. Mais tarde, os alunos dos jesuítas que ensinavam nas universidades – como os padres Manuel Antunes, Mário Martins, António Leite e Luís Archer – começaram, gradualmente e de modo muito restrito, a poder vir consultá-la. E foi finalmente em 1995 que passou a estar aberta ao público.

Queremos que esta biblioteca esteja acessível a todos os que possam precisar dela. Queremos estar mais próximos de investigadores, de escritores e de curiosos que reconheçam a importância deste património construído ao longo do tempo. Foi por estas razões que, em 2019, trouxemos todos os 160 mil volumes para esta casa.

Com o apoio e a generosidade do Grupo Jerónimo Martins, foi-nos possível iniciar um trabalho importante de conservação e restauro de vários livros dos séculos XV, XVI e XVII – a cargo do atelier Salvarte –, de digitalização de um conjunto de obras e de disponibilização online de alguns dos principais exemplares da nossa colecção.

A biblioteca é de leitura presencial, de segunda a sábado das 10h às 18h.

 

Consultar catálogo