11 jul — 7 set - 10h às 18hExposiçãoArte
Rémiges cansadasSamuel Silva
 
PT
Em 1991, Daniel Faria (1971–1999) ofereceu a um amigo um poema-objeto, redigido sobre um rolo de papel de caixa registadora, com as superfícies laterais mergulhadas em tinta vermelha e envolvido por fio do Norte. À medida que este é desenrolado, surge um texto que, numa caligrafia minuciosa, diz: «O País de Deus, Porto 17 de Junho de 1991, ao João Pedro, Na instituição do ministério de Leitor, Sé Catedral do Porto 14 de Julho de 1991».

A conjunção desta oferta e do escrito em forma de rolo remete para as ações litúrgicas da leitura – como o ato sacralizado de ler publicamente palavras que se desenrolam e se escondem tornando-se, em simultâneo, presença e ocultação –, provenientes de uma mesma tradição bíblica que Daniel Faria parafraseia em O livro de Ezequiel: «E do que estava escrito ele o abria/ Para eu comer/ Palavras enroladas como um caminho sem saída/ Um rolo violento como um cerco/ Ele mo deu a provar/ Na boca era cheio de sons iguais ao movimento/ Das fustigas/ O ruído das asas dos animais ao tocarem-se/O ruído das rodas quietas dos animais ao passar».

Rémiges Cansadas é uma exposição que emerge da proximidade de Samuel Silva a este poema-objecto e de um trabalho “para-textual” sobre o mesmo. A convite da Brotéria, o artista foi convocado a declinar da literatura uma experiência plástica.

A atenção desta casa à poesia contemporânea portuguesa é centenária. Prova disso são os muitos exemplares autografados e dedicados àqueles que foram trabalhando na Brotéria que se encontram na nossa biblioteca. Contudo, mais do que uma exposição acerca de um poema ou de um autor, onde o foco seria o próprio objeto e respetivas curiosidades, aquilo que aqui pretendemos é a criação de novas relações interdisciplinares; neste caso, entre as potências plásticas desta poesia, e as possibilidades sensoriais da instalação enquanto arte que trabalha o espaço.
 
Inauguração
Qui 11 jul
18h às 20h30
 
Visita guiada
Sáb 7 set
11h às 12h30
 
Samuel Silva
Artista plástico, professor auxiliar na Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto (FBAUP) e membro integrado no Instituto de Investigação em Arte, Design e Sociedade (12ADS).
 
 
EN
In 1991 Daniel Faria (1971-1999) gifted an object-poem to a friend, written on a roll of cash register paper. Its ends were dipped in red ink, and was wrapped in string. Written in careful handwriting, it read: «O País de Deus, Porto 17 de Junho de 1991, ao João Pedro, Na instituição do ministério de Leitor, Sé Catedral do Porto 14 de Julho de 1991».
 
The acts of offering and scroll writing evoke the rituals of liturgical reading – such as the sacred act of reading aloud words which mean both presence and concealment, while physically unfolding and disappearing – that emanate from the same biblical tradition which Daniel Faria paraphrases in O livro de Ezequiel: «E do que estava escrito ele o abria/ Para eu comer/ Palavras enroladas como um caminho sem saída/ Um rolo violento como um cerco/ Ele mo deu a provar/ Na boca era cheio de sons iguais ao movimento/ Das fustigas/ O ruído das asas dos animais ao tocarem-se/O ruído das rodas quietas dos animais ao passar».
 
Rémiges Cansadas is an exhibition that stems from Samuel Silva's closeness to this poem-object and a subsequent form of “para-textual” work. Brotéria invited the artist to create a plastic experience out of literature.

Brotéria has had a long-standing familiarity with contemporary Portuguese poetry. Our library keeps many autographed copies which were dedicated to those who worked at Brotéria. However, rather than an exhibition about a specific poem or the author, centered on the object itself and its peculiarities, we intend to convene new interdisciplinary relations. In this case, between the plastic potential of this poem and the sensory possibilities conveyed by installation art as a space-transforming practice.
 
Opening
Thu 11 jul
6 p.m. to 8.30 p.m.
 
Guided tour
Sat 7 sep
11 a.m. to 12.30 p.m.
 
Samuel Silva

Visual artist, assistant professor at the Faculty of Fine Arts of the University of Porto (FBAUP) and integrated member of the Institute for Research in Art, Design and Society.

 

Curadoria Curated by
Álvaro Moreira

Organização Organized by
Brotéria

Apoio Supported by

logo_millenium   

 

Folha de sala disponível aqui / Exhibition guide available here

 

Local: Brotéria
Gratuito
Eventos Relacionados